Mundo

Incêndios em 10 Estados do Oeste dos EUA destroem casas e põem milhares em fuga

Noah Berger

Maior fogo desenvolve-se no sudoeste rural do Oregon. Já queimou 818 quilómetros quadrados e destruiu 21 casas.

Os incêndios que destruíram habitações e forçaram milhares de pessoas a fugir continuaram a grassar hoje em 10 Estados ressequidos do Oeste dos EUA, com o maior, no Oregon, a ameaçar o fornecimento de eletricidade à Califórnia.

Cerca de 60 incêndios evoluem do Alasca ao Wyoming, pelo levantamento do Centro Nacional de Incêndios Interagências. Nos Estados do Arizona, Idaho e Montana estão mais de metade dos maiores fogos em curso.

Os incêndios estão a acontecer com o Oeste em plena segunda vaga de temperaturas perigosamente elevadas, com apenas algumas semanas de diferença.

Uma mega seca, alimentada pelas alterações climáticas, também está a contribuir para as condições que tornam os fogos ainda mais perigosos, consideraram cientistas.

O Serviço de Meteorologia dos EUA a informou que a vaga de calor diminuiu em muitas áreas, e que a remanescente deve acaba na noite de terça-feira.

Maior fogo

O maior fogo em curso desenvolve-se no sudoeste rural do Oregon, onde já queimou 818 quilómetros quadrados (km2) e destruiu 21 casas.

O fogo interrompeu o funcionamento de três linhas de transporte de eletricidade para a Califórnia, onde o operador da rede estadual, na noite de segunda-feira, solicitou poupanças voluntárias no consumo de eletricidade.

Vento e tempo quente e seco fizeram com que a humidade desaparecesse da vegetação, o que criou ambiente favorável às chamas no norte da Califórnia, onde foram retiradas cerca de três mil pessoas de áreas remotas, bem como do vizinho Nevada.

Enquanto o Estado de Washington viu uma tempestade provocar um incêndio que já consumiu 223 km2, no Idaho, o governador mobilizou mesmo a Guarda Nacional para combater um fogo, provocado também por um raio, que destruiu 62 km2 de uma zona dominada por madeira seca.

Veja também: