Mundo

Harvey Weinstein declara-se inocente das acusações de crimes sexuais

JASON SZENES

O produtor de Hollywood foi extraditado de Nova Iorque para a Los Angeles, onde enfrenta novas acusações.

Harvey Weinstein, antigo produtor de Hollywood, declarou-se inocente das acusações de crimes sexuais de que é acusado.

Weinstein chegou, esta quarta-feira, ao Tribunal de Los Angeles numa cadeira de rodas, tendo sido presente a juiz para um novo julgamento. Enfrenta 11 acusações de crimes sexuais, envolvendo cinco mulheres.

Weinstein, 69 anos, que chegou a ser um dos mais influentes produtores de cinema dos Estados Unidos, está a cumprir uma pena de 23 anos de prisão por violação e agressão sexual a duas mulheres.

Com o novo processo de acusações em Los Angeles, o produtor arrisca uma condenação cumulativa de 140 anos de prisão.

Segundo a Associated Press, os crimes pelos quais vai ser julgado no processo em Los Angeles terão ocorrido entre 2004 e 2013 em hotéis na Califórnia, que o produtor habitualmente utilizava em eventos da indústria cinematográfica, nomadamente na semana dos Óscares.

Weinstein, cuja série de acusações de crimes sexuais desencadeou o movimento feminino #MeToo, foi condenado em fevereiro de 2020 a 23 anos de prisão por violar uma produtora televisiva e cinematográfica, em 2006, e uma atriz, em 2013.

Em janeiro deste ano, o produtor foi obrigado a pagar uma compensação de 14 milhões de euros às mulheres que o acusaram dos crimes de abusos sexuais pelos quais foi condenado.

Veja Mais: