Mundo

Cheias na China. Sobe para 51 o número de mortes na capital da província de Henan

Loading...

Tráfego aéreo e circulação automóvel foram restabelecidos.

A normalidade foi retomada na capital da província de Henan, Zhengzhou, que desde terça-feira foi atingida por chuvas torrenciais. O tráfego aéreo e a circulação automóvel foram restabelecidos. Apesar disso, foram confirmadas 51 mortes devido às inundações.

Na quarta-feira foi resgatada uma bebé de quatro meses, que esteve enterrada debaixo dos escombros durante 24 horas. A mãe salvou-a ao colocá-la num local mais alto para escapar a um deslizamento de terra e acabou por morrer. Segundos os relatos, fortes chuvas tinham desencadeado deslizamentos de terras na aldeia de Wangzongdian, província de Henan. A menina foi levada para o hospital e encontra-se estável.

O mau tempo afeta agora sobretudo o norte da província. Em Xinxiang, com níveis máximos de precipitação, o rio agalgar as margens e os reservatórios de água a transbordar, uma ponte improvisada ajuda no resgate da população encurralada pelas inundações. Já foram retiradas 9.000 pessoas, mas ainda faltam mais 19.000 pessoas.

As cheias na China afetaram mais de três milhões de pessoas e a chegada do tufão In-fa este fim-de-semana faz aumentar os níveis de alerta.

Veja também:

Últimas Notícias
Mais Vistos