Mundo

EUA deportaram 3.300 migrantes para o Haiti durante o fim de semana

Autoridades tentam travar novo fluxo migratório do México para o Texas.

As autoridades norte-americanas estão a tentar estancar o fluxo migratório entre o México e o estado norte-americano do Texas. Mas centenas de migrantes continuam a atravessar a fronteira, todos os dias, através do rio que separa os dois lados.

No final da semana passada o número chegou aos 10 mil. A maioria vem do Haiti, país onde a crise económica e política foi agravada pelo sismo de 14 de Agosto.

As autoridades norte-americanas pretendem transportar alguns dos 13.000 haitianos que já atravessaram a fronteira com o México e que estão acampados no sul do Texas.

MILHARES DE MIGRANTES EM CONDIÇÕES PRECÁRIAS NA FRONTEIRA DOS EUA COM O MÉXICO

Cerca de 13.000 migrantes, na maioria haitianos, estão retidos pelos guardas fronteiriços norte-americanos num acampamento improvisado sob a ponte internacional que liga Del Rio (Texas) a Ciudad Acuña (México), em condições precárias, uma situação que ameaça criar uma nova crise humanitária.

Os migrantes têm atravessado a fronteira para os Estados Unidos desde terça-feira, sobrecarregando os guardas fronteiriços, que criaram o acampamento, enquanto processam pedidos de asilo.

MAIS DE 200 MIL MIGRANTES CHEGARAM EM AGOSTO

Mais de 200.000 migrantes chegaram ali em agosto, segundo os mais recentes dados oficiais, o que eleva para mais de 1,5 milhões o número de chegadas ilegais num ano, o mais alto dos últimos 20 anos.

LEIA MAIS: