Mundo

Os vulcões com erupções ativas na Europa

Fagradalsfjall, na Islândia, está em erupção há seis meses.

Na Europa, há vários vulcões com erupções ativas. É o caso do novo vulcão na Islândia e o do Etna, que, após três semanas em silêncio, voltou à atividade.

A primeira erupção do Etna foi registada no ano 396 a.C.. As explosões piroclásticas chegam a atingir locais a muitas centenas de quilómetros, como a Líbia. A duração dos eventos também é variável, entre duas a três semanas até 15 meses.

Por ser um vulcão milenar, a montanha é regularmente visitada por milhares de turistas por ano.

Fagradalsfjall, na Islândia, está há seis meses em erupção. O vale Geldingadalir encheu e transbordou de lava para mais três vales contíguos.

O responsável: um novo vulcão que apareceu no início da primavera deste ano numa zona que, durante 800 anos, não teve atividade vulcânica.

A Islândia foi gerada na confluência das placas tectónicas americana e euro-asiática que, por se afastarem, permite ao magma irromper até à superfície da crosta terrestre.

Neste caso, por a península de Reykjanes ser uma zona não habitada, o risco maior é que a lava cubra uma estrada e destrua cabos de fibra ótica.

VEJA TAMBÉM: