Mundo

Moradores de La Palma relatam medo constante do vulcão

Há mais de 350 casas destruídas e, pelo menos, 100 danificadas.

O vulcão Cumbre Vieja mantém grande atividade e as populações em sobressalto. Já há mais de 350 casas destruídas e a mancha de lava continua a alargar.

O cogumelo chega a atingir 4 quilómetros e 200 metros de altitude. A força com que a lava é expulsa abala toda a ilha e a cinza - grossa e negra - não para de cair.

Sempre de coração nas mãos. O vulcão continua muito ativo e não deixa que ninguém o esqueça. Não para de manifestar-se. O rugido é constante, há explosões e a lava não para de escorrer.

Jorge, empresário turístico, mostra o momento em que a lava lhe arrasou o escritório. Sobrou o letreiro e um cenário dantesco que ajuda a contar a história.

Sem pressa a lava, cada vez mais viscosa e lenta, segue imparável e destruidora expulsa de um vulcão que teima em não adormecer.

Veja também: