Mundo

Donald Trump alvo de buscas: departamento de Justiça quer sigilo sobre mandado

Loading...

O antigo Presidente dos EUA pretende que o mandado de busca seja divulgado.

O departamento de Justiça dos EUA quer manter o sigilo sobre o que motivou o FBI a iniciar as buscas à mansão de Donald Trump, na Florida, por considerar que a divulgação poderá comprometer a investigação.

Para tentar travar a divulgação integral do mandado, o departamento norte-americano avançou com um pedido no tribunal da Florida. As autoridades consideram que revelar pormenores pode comprometer a próxima fase da investigação e pode colocar em perigo as testemunhas envolvidas.

O antigo Presidente norte-americano está a ser investigado por possíveis violações da lei de espionagem e por alegada obstrução da Justiça e destruição de registos do Governo Federal.

Segundo as autoridades, Donald Trump levou da Casa Branca, no final do mandato presidencial, documentos confidenciais relacionados com armamento nuclear que podem colocar em causa a segurança dos EUA.

Donald Trump alega que os documentos que o FBI apreendeu durante as buscas na sua casa da Florida não são secretos. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos divulgou, no entanto, que foram apreendidos 11 dossiers com documentos classificados que incluem alguns marcados como ultrassecretos.

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump exigiu a divulgação "imediata" do mandado federal que o FBI (polícia federal norte-americana) usou para efetuar buscas na sua propriedade em Mar-a-Lago, na Florida.

Esses documentos deveriam ter ficado em Washington e tinham de ser entregues aos arquivos nacionais.

Pela primeira vez na história dos EUA, a casa de um dos antigos Presidentes é alvo de buscas como parte de uma investigação criminal.

Últimas Notícias