Mundo

"Top Secret": o que precisa de saber sobre os documentos secretos nos EUA

"Top Secret": o que precisa de saber sobre os documentos secretos nos EUA
DNY59
Explicamos-lhe quais são os níveis de confidencialidade, quem tem acesso a estas informações e o que está em causa na investigação em casa de Donald Trump.

Donald Trump diz que os documentos que o FBI recuperou da sua casa na Florida não eram secretos. No entanto, o mandado de busca identifica três possíveis crimes federais, sendo o mais grave a violação da lei da espionagem.

O que precisa de saber sobre o sistema de confidencialidade dos EUA

A administração norte-americana tem um sistema formal de proteção de informações que, se forem divulgadas, podem prejudicar a segurança nacional. Para isso, classifica certos documentos como secretos, para que não possam ser consultados por qualquer pessoa.

Essa confidencialidade pode ser atribuída a documentos relacionados com as agências de inteligência (como a CIA), com as relações exteriores e, por exemplo, a programas nucleares.

Quais são os níveis de confidencialidade?

Há três níveis que podem ser atribuídos, de acordo com o risco que as informações representam para a segurança nacional no caso de serem divulgadas.

  • “Top secret” (ultra secreto, em português): este é o nível mais alto de confidencialidade. Documentos ou informações que sejam consideradas “top secret” podem “causar danos excecionalmente graves à segurança nacional” dos EUA se forem divulgados.

Este nível tem ainda uma subclassificação para informações extremamente sensíveis, “SCI - Sencitive Compartmented Information”, cujo o acesso é ainda mais restrito.

De acordo com a imprensa norte-americana, os documentos encontrados em casa de Donald Trump estavam marcados como “Top Secret SCI”.

  • "Secret” (segredo, em português): informações que, caso sejam reveladas, são capazes de causar "danos graves" à segurança nacional.
  • “Confidential” (confidencial, em português): é o nível mais baixo, atribuído a documentos cuja revelação pode causar “dano” à segurança nacional.

Quem pode consultar estes documentos?

Apenas pessoas autorizadas e que façam parte do Governo norte-americano podem aceder a documentos confidenciais. Quando se fala do nível mais alto de confidencialidade, o “Top Secret” é preciso que haja uma extensa verificação dos antecedentes da pessoa, nomeadamente o histórico financeiro, e até as relações pessoais.

Para além disso, a consulta destes documentos só pode ser feita numa instalação própria.

FBI investiga Trump por possível violação da Lei de Espionagem

O ex-presidente norte-americano Donald Trump está sob investigação por possíveis violações da Lei de Espionagem.

Trump nega todas as acusações e garante que os papéis que levou para a Florida, quando deixou a Casa Branca, não são secretos. Porém, a lista divulgada pelo Departamento de Justiça mostra que várias caixas recuperadas estavam registadas e marcadas como classificadas.

A imprensa norte-americana diz que, nas perto de 20 caixas apreendidas pelos agentes do FBI estarão dezenas de documentos altamente confidenciais – muitos sobre o arsenal nuclear dos Estados Unidos.

Últimas Notícias
Mais Vistos