Mundo

"Liz Truss provavelmente será a nova líder britânica por quem quase ninguém se vai apaixonar"

Opinião

Loading...
O comentador da SIC, Germano Almeida, analisa a eleição de Liz Truss para suceder a Boris Johnson e a situação na guerra da Ucrânia.

Liz Truss vai suceder a Boris Johnson no Governo britânico e será a terceira primeira-ministra no Reino Unido.

O comentador da SIC, Germano Almeida, afirma que Truss quer ser recordada como Thatcher 2.0, mas considera que "será ambição a mais".

Provavelmente será a nova líder britânica por quem quase ninguém se vai apaixonar.

Eleita por uma ala muito à direita do partido conservador "prometeu governar à direita, com uma redução de impostos, e promover um avanço da economia". Apesar de muitas vezes resultar, diz Germano Almeida, "em situação de crise o papel do Estado na ajuda é muito importante e em situações como esta exigem-se pacotes de ajuda".

Ela tem uma perspetiva de menos Estado e será um desafio.

Germano Almeida refere ainda que há quem ache que o "reinado de Liz Truss pode ser curto" e que "eventualmente Boris Johnson possa ter algumas esperanças de voltar".

O comentador da SIC faz ainda uma análise dos últimos acontecimentos na guerra da Ucrânia, nomeadamente sobre o fornecimento de gás à Europa, a situação na zona da central nuclear de Zaporíjia e o ponto de situação no terreno.

Últimas Notícias
Mais Vistos