Olhares pelo Mundo

Destroços de foguetão da SpaceX espalhados por terrenos remotos na Austrália

Especialista considera descoberta "extremamente rara" porque geralmente tudo se desintegra quando entra na atmosfera terrestre.
Loading...

No início de julho, agricultores australianos encontraram estranhos detritos no meio das suas quintas. Um deles estava firmemente "plantado" no solo e o dono do terreno chegou a pensar que se tratava de uma árvore morta.

A Agência Espacial Australiana foi alertada e o astrofísico Brad Tucker examinou os pedaços concluindo que tinham caído do céu.

Graças a um número de série numa das peças, o especialista provou que são os restos de uma cápsula de um foguetão da SpaceX que tinha descolado em novembro de 2020 e que ficaram carbonizados durante a reentrada na atmosfera da Terra.

O especialista descreveu a descoberta como "extremamente rara" porque geralmente tudo se desintegra quando entra na atmosfera terrestre. Avisou que mais peças podem vir a ser encontradas ao longo dos anos mas garantiu que não representam um perigo público.

O maior bocado encontrado até agora tem cerca de três metros de comprimento, mas nem esse nem outra das peças mais pequenas provocaram estragos ou vítimas ao despenharem-se no solo.

A Austrália aguarda resposta da SpaceX sobre se vai ou não recolher as peças.

Últimas Notícias
Mais Vistos