País

Rui Rio critica lotação da Festa do Avante! PCP acusa líder do PSD de desonestidade política

Marta Temido avisa que o partido comunista não pode pensar nos habituais 100 mil visitantes.

A Ministra da Saúde garante que "não haverá exceções" para a Festa do Avante! e que o PCP vai ter de cumprir as regras da Direção-Geral da Saúde.

Marta Temido recusa ainda falar em números, mas diz que é pouco provável que sejam permitidas 100 mil pessoas no evento.

"Compreendo que se fale de um número de 100 mil, na medida do que será a licença de utilização, mas estamos num momento específico, num contexto específico."

A ministra assegurou que à organização da Festa do Avante! "não será permitido o que está proibido nem proibido o que está permitido" e que "não haverá exceções" às regras adotadas pelas autoridades de saúde para conter o contágio pelo novo coronavírus.

PCP acusa Rio de má-fé e desonestidade devido a comentário sobre Festa do Avante!

O presidente do PSD, Rui Rio, pede ao Governo coerência na definição da lotação da Festa do Avante e quer saber em que moldes será feita a redução da capacidade máxima do festival.

No Twitter, Rio diz que aguarda com expectativa a decisão do Governo e lembra que metade de 100 mil participantes corresponde à capacidade dos estádios do Sporting e do Futebol Clube do Porto.

O PCP acusou esta quinta-feira o presidente do PSD de desonestidade política, em reação a um comentário de Rui Rio sobre a lotação da Festa do Avante!, comparando-a à de um estádio de futebol e pedindo "coerência".

"Há afirmações tão ridículas que só podem assentar numa aversão sem limites ao PCP e à sua luta pelos direitos dos trabalhadores e do povo", respondeu o PCP, em nota divulgada pelo gabinete de imprensa comunista.

Veja também: