País

O últimato ao ministro da Administração Interna: ou muda a direção do SEF ou deve sair do Governo

Três inspetores respondem por homicidio qualificado de um cidadão ucrâniano. O Governo recusa-se a deixar cair a atual direção do SEF.

O PSD exige que o Governo demita a direção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras na sequência do caso da morte de um cidadão ucraniano no aeroporto de Lisboa.

O Governo recusa deixar cair a atual direção do SEF, na mesma altura em que três inspetores respondem por homicídio qualificado.

Anunciou apenas um novo regulamento interno, com 28 artigos a que a SIC teve acesso. O mais polémico é o chamado botão de pânico, disponível em cada um dos 36 novos quartos individuais. Medida também criticada pelo PSD.

Contactado pela SIC, o Ministério da Administração Interna remeteu-se ao silêncio.

  • 3:19