País

Ana Gomes considera "altamente preocupante" que jornalistas possam ter sido vigiados

Procuradora do Ministério Público mandou a PSP vigiar jornalistas, sem autorização de um juiz.

Uma procuradora do Ministério Público mandou a PSP vigiar jornalistas, sem autorização de um juiz, no âmbito de um processo que investiga eventuais crimes de violação do segredo de Justiça.

Ana Gomes considera "altamente preocupante" que jornalistas possam ter sido vigiados, por ordem de uma procuradora do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa. A candidata presidencial diz-se "inquieta" com a investigação revelada pela revista Sábado, no âmbito do caso E-toupeira.