País

Pelo menos 30 mulheres assassinadas em 2020

Vítor Moreira

Vítor Moreira

Editor de Imagem

Dezanove morreram em contexto de intimidade.

Em maio do ano passado, Beatriz Lebre foi assassinada e atirada ao rio Tejo. A jovem universitária morreu às mãos de um colega, que depois de ter sido preso, confessou o crime. Este é um dos casos das 30 mulheres que foram assassinadas em Portugal em 2020.

O número elevado de mortes levou a Liga Feminista do Porto a criar um mapa para assinalar estes crimes por zonas. No vídeo, vê-se os homicídios sinalizados a preto e a vermelho as tentativas de assassinato.

Um mapa que pretende identificar os focos de maior incidência e ter a informação sempre atualizada destes crimes.

O movimento quer combater a violência contra as mulheres e acredita que é possível através de ações feministas e de uma educação direcionada para a igualdade.