País

Enfermeiros do Algarve denunciam: há salários diferentes para profissionais com as mesmas funções

Sindicato diz que Estado poupou 1,4 milhões de euros à custa da classe.

Os enfermeiros do Algarve acusam o Governo de poupar mais de um milhão de euros no último ano à custa dos compromissos que não cumpriu com a classe, na região.

Num protesto simbólico esta segunda-feira, em Faro, os enfermeiros fizeram representar todos aqueles que não fazem greve pelo sentido do dever.

Queixam-se das vidas instáveis a que estão votados pela pressão do Governo para distinguir enfermeiros consoante o vínculo contratual. Até porque, recordam, já antes da pandemia faltavam cerca de 500 enfermeiros ao Serviço Nacional de Saúde no Algarve.