País

Da esquerda à direita, partidos reagem à polémica do envio de dados de ativistas para Moscovo

Câmara de Lisboa admitiu que partilhou os dados de promotores de manifestação.

Vários partidos políticos já reagiram à partilha de dados pessoais de ativistas russos pela Câmara de Lisboa à Embaixada da Rússia.

Carlos Moedas quer a demissão de Fernando Medina. O presidente do PSD, Rui Rio, considera a situação gravíssima e exige esclarecimentos sobre o caso.

O CDS quer chamar o autarca de Lisboa à Assembleia da República.

A Iniciativa Liberal fez chegar a reação através de um comunicado, dizendo que este ato da autarquia de Lisboa pôs em causa a segurança dos três cidadãos.