País

Envio de dados de ativistas. Há mais uma queixa contra a Câmara de Lisboa 

Autarquia terá enviado informação a Israel.  

Há mais uma queixa contra a Câmara Municipal de Lisboa sobre partilha de dados de organizadores de manifestações.

O Comité de Solidariedade com a Palestina diz que, em 2019, a autarquia enviou detalhes de ativistas à representação diplomática de Israel.

A autarquia começou esta sexta-feira uma averiguação aos protestos dos últimos dez anos, depois de três ativistas russos terem denunciado que a Câmara de Lisboa enviou os seus dados pessoais à embaixada da Rússia.

Além da manifestação contra o regime russo e da concentração em defesa da Palestina, somam-se esclarecimentos sobre o protesto pelo Tibete, da ação de solidariedade com a Venezuela e vários protestos organizados pela Associação de Ucranianos em Portugal.