País

Partilha de dados de ativistas russos. Rio diz que dá a entender que Portugal está sob domínio da Rússia

Câmara de Lisboa enviou dados dos três organizadores da manifestação em solidariedade com o ativista russo Alexey Navalny.

Na apresentação do candidato do PSD à Câmara de Loures, que é Nelson Batista, Rui Rio disse que a partilha de dados de ativistas russos dá a entender que Portugal está sob o domínio da Rússia.

A Câmara de Lisboa admite que enviou os dados dos três organizadores da manifestação em solidariedade com o ativista russo Alexey Navalny, mas garante que apenas cumpriu o que está previsto na lei e rejeita qualquer cumplicidade com o regime russo.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa pediu "desculpas públicas" pela partilha de dados de ativistas russos em Portugal com as autoridades russas, assumindo que foi "um erro lamentável que não podia ter acontecido".

"Quero fazer um pedido de desculpas público aos promotores da manifestação em defesa dos direitos de Navalny, da mesma forma que já o fiz à promotora da manifestação. Quero assumir esse pedido de desculpas público por um erro a todos os títulos lamentável da Câmara de Lisboa", disse Fernando Medina numa conferência de imprensa sobre envio à Rússia de dados pessoais de três ativistas russos.