País

Advogado de Luís Filipe Vieira diz que medidas de coação são "excessivas"

Vieira em prisão domiciliária até pagar caução de 3 milhões de euros. 

As medidas de coação no processo Cartão Vermelho foram conhecidas este sábado. Luís Filipe Vieira vai ficar em prisão domiciliária até pagar uma caução de 3 milhões de euros, terá de entregar o passaporte e ficará proibido de contactar com os restantes arguidos, assim como elementos da direção e administração do Benfica.

À saída do Tribunal Central de Instrução Criminal, o advogado de Luís Filipe Vieira considerou as medidas de coação "manifestamente excessivas".

Magalhães e Silva destacou ainda que "não se vê razão para ficar confinado à habitação" e que a caução não tem de ser paga em dinheiro.