País

Sindicatos dos médicos falam em "anos de desinvestimento agravado pela pandemia"

Greve de três dias agendada para novembro.

As duas estruturas sindicais anunciaram uma greve de médicos de 23 a 25 de novembro. FNAM e Sindicato Independente falam de um Serviço Nacional de Saúde em risco de rutura e consideram que as propostas do Orçamento do Estado são ofensivas.

Os dois sindicatos lamentam que desde outubro de 2019 não tenham sido recebidos pela ministra da Saúde e dizem-se empurrados para a greve.