País

Papa Francisco evoca aparições de Fátima pedindo orações pela paz

Papa Francisco
Papa Francisco
ETTORE FERRARI

Esta quarta-feira tem início a última grande peregrinação do ano ao santuário.

O Papa Francisco evocou hoje as aparições de Fátima, na habitual audiência pública de quarta-feira, pedindo orações pela paz, com um enfoque particular na guerra na Ucrânia.

"A Bem-Aventurada Virgem Maria, de quem amanhã [Notes:quinta-feira, 13 de outubro] recordaremos as aparições de Fátima, seja nossa guia no caminho da conversão contínua e penitência para encontrar Cristo, o sol da justiça. Que a sua suave luz nos liberte de todo mal e dissipe a escuridão deste mundo devastado pela guerra", afirmou o Papa na Praça de São Pedro, no Vaticano, citado pela agência Ecclesia.

Na ocasião, o pontífice pediu a Deus que possa "transformar o coração dos que têm nas mãos o destino da guerra, para que cesse o furacão da guerra e se possa reconstruir uma convivência pacífica, na justiça".

Depois, e numa saudação aos peregrinos presentes na Praça de São Pedro, alertou para o "forte desejo de uma civilização de paz, de amor, de reconciliação e harmonia" na humanidade.

"Nestes dias, o meu coração está sempre voltado para o povo ucraniano, especialmente das localidades sobre as quais se encarniçaram os bombardeamentos. Trago dentro de mim a sua dor, e por intercessão da Santa Mãe de Deus, apresento-o ao Senhor, na oração", disse o Papa Francisco, segundo a Ecclesia.

Hoje, em Fátima, tem início a última grande peregrinação do ano ao santuário, que assinala a sexta aparição da Virgem aos videntes Francisco, Jacinta e Lúcia em 1917.

As cerimónias são presididas pelo bispo de Leiria-Fátima e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, José Ornelas.

Últimas Notícias
Mais Vistos