País

Apoio de 125 euros: Autoridade Tributária pronuncia-se sobre problemas com IBAN

Apoio de 125 euros: Autoridade Tributária pronuncia-se sobre problemas com IBAN
Canva

Há contribuintes a queixarem-se que o seu IBAN foi alterado no Portal das Finanças. A Autoridade Tributária já se pronunciou sobre a questão.

A Autoridade Tributária diz não haver "evidência de qualquer eliminação ou adulteração dos IBAN" no Portal das Finanças. Contudo, admite que podem existir situações que inviabilizem a transferência do apoio às famílias.

Ao Portal da Queixa têm chegado nos últimos dias reclamações de pessoas que dizem ter visto o seu IBAN alterado depois de terem confirmado os dados para receberem o apoio extraordinário.

No entanto, em resposta à Lusa, o Fisco diz que a funcionalidade de registo do IBAN no Portal das Finanças "está a funcionar com normalidade e sem nenhum constrangimento".

Apesar disso, admite existirem situações que possam inviabilizar a transferência dos 125 euros. São elas: quando o contribuinte não tenha registado nenhum IBAN no Portal das Finanças, tenha efetuado esse registo com um IBAN que já não utiliza ou tenha entretanto indicado um IBAN diferente especificamente para efeitos de reembolso de IRS.

“Em todas estas situações, e de modo a garantir um pagamento tão célere quanto possível do apoio extraordinário em causa, os contribuintes devem consultar e atualizar a informação do IBAN diretamente no Portal das Finanças”.

Contribuintes queixam-se de falhas de segurança no Portal das Finanças

Desde 20 de outubro, dia em que começou a ser pago o apoio de 125 euros, o Portal da Queixa recebeu várias reclamações.

Os contribuintes dizem que confirmaram os dados no Portal das Finanças, mas que, mais tarde, deram conta de terem sido alterados sem consentimento e sem serem informados.

Contactado pela SIC, o Ministério das Finanças reforça a necessidade de voltar a confirmar o IBAN sempre que este não estiver atualizado. Para isso, basta aceder ao Portal das Finanças, entrar na opção "IBAN-ATUALIZAR" e fazer a alteração para o número correto.

Pagamento dos 125 euros pode demorar 6 meses devido a problemas com IBAN

A Autoridade Tributária informou que cerca de 320 mil transferências do apoio extraordinário não foram processadas, uma vez que consta um IBAN inválido no Portal das Finanças.

O pagamento dos 125 euros está a decorrer em duas fases: a primeira para quem tem o IBAN correto e confirmado, a segunda decorre ao longo de seis meses para aqueles que tardiamente se aperceberam de que era necessário fazer a atualização do IBAN.

Últimas Notícias
Mais Vistos