País

Houve acesso a dados pessoais no ataque informático à Segurança Social

Houve acesso a dados pessoais no ataque informático à Segurança Social

A confirmação é dada pela Comissão Nacional de Proteção de Dados.

A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) confirma que houve violação de dados pessoais durante o ataque informático de que a Segurança Social foi alvo no passado dia 20 de novembro. A informação é avançada pelo Observador.

O jornal online publicou a confirmação da CNPD: “Confirmo que a violação de dados pessoais ocorrida na Segurança Social foi notificada à CNPD ao abrigo do artigo 33.º do RGPD”, afirma a CNPD, que detalha que a violação foi “notificada no dia 20 de novembro”.

A CNPD avança ainda que “abre sempre um processo na sequência de notificações desta natureza, e está a analisar a situação”. Afirma ainda não poder “prestar neste momento qualquer informação adicional sobre o assunto”, cita o jornal.

A SIC confirmou a ocorrência de "uma intrusão intencional e maliciosa na sua rede informática" nas plataformas da Segurança Social. Dias depois, a instituição garantia que estava “em curso” uma investigação, ressalvando que “até à presente data, não existe qualquer evidência” de ter havido acesso indevido aos dados dos cidadãos e empresas.

Contactado esta quarta-feira pelo Observador, o Ministério do Trabalho mantém a mesma resposta: “Até ao momento não existe qualquer evidência de ter existido acesso indevido a dados de cidadãos ou de empresas”.

O Regulamento Geral de Proteção de Dados obriga os responsáveis pelo tratamento de dados que foram alvo de ataque a “notificar no prazo de 72 horas após ter tido conhecimento da mesma”.

Últimas Notícias
Mais Vistos