País

"Maior problema do Governo é a maioria absoluta enredada nos seus próprios escândalos”, diz BE

Loading...

Catarina Martins esteve presente na marcha dos docentes, em Évora, e aproveitou a ocasião para tecer críticas ao Executivo liderado por António Costa.

Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda, esteve presente na manifestação dos professores que se realiza esta quarta-feira, em Évora. A líder partidária acusou o Governo de não responder ao país e promover a “promiscuidade entre negócios e política”.

A greve por distritos foi organizada pela Fenprof e esta quarta-feira foi a vez dos professores de Évora saírem à rua em forma de protesto.

Catarina Martins esteve presente na marcha dos docentes e aproveitou a ocasião para tecer críticas ao Executivo liderado por António Costa.

Acusou o Governo de “não responder ao país nem aos professores”, antes de afirmar que “o maior problema é a maioria absoluta enredada nos seus próprios escândalos”, que tem sido marcada pela "promiscuidade entre negócios e política".

Nesse sentido atirou que o Executivo não é capaz de "dar explicações" acerca dos casos se têm vindo a tornar públicos.

O ensino “em suspenso”

Em relação às manifestações dos docentes a líder do Bloco de Esquerda referiu que os professores não têm as “condições mínimas”.

Catarina Martins pediu ao Governo respostas num momento em que o ensino se encontra "em suspenso".

Últimas Notícias
Mais Vistos