Desporto

Zivkovic e Weigl reagem ao ataque: "Estamos bem" mas "há limites que não podem ser ultrapassados"

instagram.com/zivkovic17

Jogadores garantem que vão continuar a "dar tudo pelo Benfica".

Andrija Zivkovic, avançado sérvio do Benfica que foi atingido por estilhaços de vidro no olho direito, num ataque ao autocarro da equipa depois do jogo contra o Tondela, partilhou uma imagem na sua conta pessoal do Instagram onde aparece junto a Weigl, que também ficou ferido, na qual garante que ambos "estão bem", mas que "infelizmente" não conseguem "justificar o comportamento" dos adeptos.

Instagram

"Gostaríamos de informar que estamos os dois bem. Infelizmente, não podemos justificar este comportamento... Não obstante, garantimos que vamos continuar a lutar e a dar tudo pelo SL Benfica! Muito obrigado por todas as mensagens de apoio!" escreveu o futebolista.


Numa outra publicação, Julian Weigl foi mais longe e admitiu que existem "limites que não podem ser ultrapassados".

Instagram

"Quero informar-vos que estou bem. Tivemos muita sorte! Todos cometemos erros, mas há limites que não podem ser ultrapassados! Atirar pedras ao autocarro sem a preocupação de magoar alguém? Eu sei que estes não são os verdadeiros adeptos do Benfica! Especialmente durante estes últimos dias e semanas, que deveriam ter sido uma solução para nos mantermos unidos em vez de, literalmente, atirarmos pedras uns aos outros! Obrigado pelas mensagens de preocupação", desabafou o médio alemão, que também recebeu o apoio da sua anterior equipa.

Através do Twitter, o Borussia Dortmund aproveitou para deixar uma mensagem de melhoras ao futebolista, que representou o clube germânico entre 2015 e 2019.

"Rápidas melhoras, Jule! O nosso ex-jogador Julian Weigl sofreu ontem à noite ferimentos ligeiros e foi levado para observação num hospital, depois de um ataque ao autocarro da equipa do Benfica", pode ler-se na publicação.

O autocarro do Benfica foi apedrejado esta quinta-feira na A2, quando a equipa regressava ao centro de estágios no Seixal.

O avançado sérvio e o médio alemão ainda foram assistidos no local, mas foram depois transportados para o hospital da Luz, por precaução.

LIGA DE CLUBES REPUDIA "ATAQUE COBARDE"

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional repudiou "veementemente o ataque cobarde" que visou o plantel do Benfica.

"O apedrejamento do autocarro da equipa liderada por Bruno Lage é de profundo lamento e repúdio, ainda para mais numa altura em que o futebol português uniu esforços para retomar uma atividade que faz vibrar milhões de pessoas no nosso país", lê-se no comunicado do organismo que rege as competições profissionais em Portugal.

Veja também: