Economia

Mário Centeno fala no fim de um ciclo: "São 1.664 dias como ministro das Finanças"

Centeno demite-se do Governo e sai também da presidência do Eurogrupo.

Mário Centeno sai do Governo para abrir um novo ciclo na sua vida. Foi com esta única explicação que António Costa anunciou esta terça-feira ao país a exoneração do ministro das Finanças, a pedido do próprio.

Mário Centeno mantém o tabu sobre as razões de saída, mas admite que foi uma honra assumir a pasta.

Já o primeiro-ministro elogia o trabalho de Centeno como ministro e refere a "excelência dos resultados alcançados".

Veja também: