Economia

Donald Trump mantém conta bancária na China, avança o New York Times

DAVID MAXWELL

Há novos dados sobre as relações de Donald Trump com a China.

O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump não só tentou investir na China, como tem um escritório e criou uma parceria com uma empresa controlada pelo regime de Pequim.

De acordo com o New York Times, que teve acesso às declarações fiscais do presidente, Trump terá chegado a pagar mais de 153 mil euros em impostos na China, entre 2013 e 2015, ainda antes de ser eleito pela primeira vez.

A China é um dos três países onde o presidente norte-americano tem contas bancárias, através de uma rede de hóteis, as outras são o Reino Unido e a Irlanda.

Alan Garten, um advogado da Trump Organization recusou-se a identificar o banco chinês onde a conta está aberta. Sabe-se que o maior banco estatal de China alugava três andares da Trump Tower, nos EUA, até ao ano passado, quando o aluguer lucrativo começou a gerar acusações de conflito de interesses para o Presidente.

As revelações são especialmente importantes, na reta final de uma campanha dominada pelas polémicas em torno das relações com os chineses.

  • O primeiro dia de Web Summit 

    Web Summit

    Acompanhe aqui as palestras do palco principal. Neste primeiro dia, passam pelo palco nomes como Paddy Cosgrave, CEO e fundador da Web Summit, o primeiro-ministro António Costa, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, ou a atriz Gwyneth Paltrow.

    Em Direto

    SIC Notícias