Economia

Descida de IRC: acordo de 2013 entre PS e PSD volta à memória

Loading...
O líder da bancada parlamentar do PSD acusou António Costa de ter rompido o acordo de 2013 e ter agravado a tributação às empresas.

Em 2013, PS e PSD chegaram a um acordo para realizar uma baixa generalizada de impostos. Mas agora o tema está longe de ser consensual dentro do próprio partido do Governo

O PSD, que está a trabalhar com o Governo para um consenso sobre a localização do novo aeroporto, admite também debater a redução do IRC. No entanto, não avança em quantos pontos quer baixar o imposto para empresas.

O líder da bancada parlamentar do PSD ressuscitou um acordo antigo, concertado com o PS em 2013. O objetivo era descer progressivamente o IRC, mas Joaquim Sarmento acusa António Costa de ter rompido o acordo e agravado a tributação às empresas.

Na altura, o acordo que causou divergências dentro do partido socialista: Nas jornadas parlamentares do PS, em 2014, Silva Lopes, antigo ministro da Finanças puxava as orelhas ao próprio partido pelo então entendimento com o PSD. Oito anos depois, o PS continua sem se entender sobre o assunto.

O ministro da Economia a defender a redução, o ministro das Finanças recusa e o agora líder parlamentar do PS – um dos autores do tal acordo com o PSD – não querer tomar partido.

O acordo é discutido na próxima semana, em sede de concertação social. Só depois se saberá qual dos ministros terá mais força.

Últimas Notícias
Mais Vistos