Eleições Autárquicas

PRR usado como arma política nas autárquicas?

Análise da politóloga Paula do Espírito Santo e do jornalista Octávio Lousada Oliveira.

Análise política de mais um dia de campanha autárquica, com a politóloga Paula do Espírito Santo e Octávio Lousada Oliveira, jornalista e diretor do NOVO Semanário.

Novas críticas a António Costa sobre o Plano de Recuperação e Resiliência e o alerta da Comissão Nacional de Eleições sobre a neutralidade foram temas em destaque na análise no Jornal de Sábado.

Líder do CDS acusa Costa de ser desleal

O líder do CDS acusa António Costa de estar a ser desleal com os eleitores ao insistir em falar do PRR.

Francisco Rodrigues dos Santos andou por Coimbra e Oliveira do Hospital onde concorre à Assembleia Municipal. Em Coimbra, o ex-bastonário da Ordem dos Médicos tem PSD, CDS e mais cinco partidos e um movimento de cidadãos para tirar a Câmara a Manuel Machado.

Catarina Martins diz que PRR não chega para responder à crise da habitação

Num comício, em Aveiro, Catarina Martins acusou o Governo de esquecer a promessa feita há 4 anos para a construção de 170 mil casas.

Apenas 26 mil habitações estão previstas no plano de recuperação e resiliência.

"Sabem quantas casas prevê o Programa de Recuperação e Resiliência? 26 mil. Passamos de 170 mil para 26 mil. Enquanto se atiram muitos milhões de propaganda, foi-se retirando no que era mais importante que é o acesso à habitação neste país", afirmou.

PCP critica Costa por usar PRR em campanha

Jerónimo de Sousa critica António Costa por continuar a usar o PRR em discursos de campanha eleitoral.

"O dinheiro não é do PS, nem do Governo, o dinheiro é do país, do povo, e não pode ser usado em benefício deste ou daquele partido", defendeu Jerónimo.

ESPECIAL ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia