Eleições Autárquicas

Rio acusa Costa de usar bazuca europeia como "metralhadora"

Líder do PSD esteve no Norte do país e lançou críticas a António Costa.

Rui Rio aproveitou uma visita ao Norte do país para dizer que António Costa usa o Plano de Recuperação e Resiliência como uma metralhadora que dispara de rajada e abordar a temática da Galp, em que acusou, em tom irónico, o secretário-geral do Partido Socialista de contradizer o primeiro-ministro.

O líder do PSD esteve num almoço-comicio de campanha onde disse, em tom crítico, a quase 200 pessoas, que António Costa não possui uma bazuca, mas sim uma "metralhadora".

"Uma bazuca dispara tiro a tiro e o Dr. António Costa não dispara tiro a tiro, é rajada. Não é uma G3, é uma HK21! Aquilo dispara que nunca mais pára!", disse o número um do Partido Social Democrata.

Depois de duas paragens, na Trofa e na Maia, sem falar da Galp, Rui Rio regressou ao Porto, antes de seguir para Matosinhos, e falou do tema quente desta segunda-feira.

"A 7 de maio de 2021, em Matosinhos, o Dr. António Costa diz: 'neste concelho de Matosinhos, acaba de encerrar uma refinaria. Foi um enorme ganho para a redução das emissões.' Eu não sei qual é a lição exemplar que o secretário-geral do PS, António Costa, quer dar à Galp, que o primeiro-ministro, António Costa, em maio, não deu. Isto quer dizer que o Partido Socialista tem consciência que as eleições autárquicas lhe podem correr mal", disse Rui Rio.

Veja também: