Coronavírus

Português infetado por coronavírus não acredita que saia hoje do navio

Adriano Maranhão explicou que os hospitais no Japão estão lotados.

Saiba mais...

O português infetado pelo novo coronavírus Covid-19 ainda não saiu do navio de cruzeiro atracado em Yokohama, no Japão.

Esta manhã, em declarações à SIC, Adriano Maranhão explicou que os hospitais locais estão lotados e que as autoridades japonesas estão à procura de uma solução.

Adriano Maranhão, de 41 anos, natural da Nazaré e que faz parte da tripulação do Diamond Princess, não acredita que a saída da embarcação aconteça hoje.

Está isolado na cabine desde que uma análise à saliva confirmou a infeção, mas para já não apresenta sintomas da doença.

O navio está em quarentena desde o início do mês e pelo menos 623 pessoas a bordo já foram diagnosticadas com o Covid -9, três morreram.

Entretanto, as autoridades japonesas já confirmaram que o português tem uma infeção por coronavírus.

Mulher de Adriano Maranhão indignada por marido não estar a ser tratado

Emanuelle Maranhão queixa-se de falta de acompanhamento por parte dos responsáveis pela embarcação.

O português infetado com o novo coronavírus Covid-19 ainda está isolado na sua cabine, sem receber qualquer tratamento médico.

Mulher de português infetado indignada

A mulher do português infetado pelo coronavírus queixa-se de falta de acompanhamento por parte do Governo. Emanuelle Maranhão diz que não sabe o que fazer porque não consegue falar com a Embaixada de Tóquio. Está indignada porque diz que o marido já devia ter sido retirado do navio e que está há mais de 14 horas fechado na cabine.

Ao que a SIC apurou, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já contactou a mulher do português.

Veja também:

Mapa interativo mostra em tempo real os países afetados pelo coronavírus

A Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, criou, em conjunto com outras entidades, um mapa interativo que permite acompanhar a evolução do coronavírus no mundo.

  • Covid-19: os números da vacinação em Portugal e no Mundo

    Vacinar Portugal

    Já foram aplicadas mais de 1 milhão de doses de vacina em Portugal e o destino da maioria foi para pessoas com mais de 80 anos. O ritmo médio semanal dos últimos dias abrandou ligeiramente. Portugal é agora o 8.º país da União Europeia com mais doses administradas (14.ª se considerarmos os Estados-membros com mais vacinas completas). Veja os gráficos interativos do maior e mais rápido processo de vacinação mundial (pelo menos 101 países já o iniciaram)

    Bruno Castro Ferreira e Sofia Miguel Rosa