Coronavírus

Basílica da Sagrada Família reduz capacidade para mil pessoas

Nacho Doce

Medida entra em vigor a partir desta quinta-feira.

Especial Coronavírus

A basílica da Sagrada Família, em Barcelona, reduzirá a sua capacidade para um máximo de mil pessoas, a partir de quinta-feira, seguindo instruções do Governo regional da Catalunha, face ao surto de Covid-19.

A medida de contenção também afetará o Museu da Casa Gaudí, que ficará com a capacidade limitada a um terço da atual, assim como os elevadores, que ficarão encerrados nas torres das duas fachadas.

Seguindo as instruções do Departamento de Educação da Catalunha, foi acordado ainda suspender a oficina familiar de Páscoa, programada para dia 28 de março, bem como as visitas didáticas programadas para os próximos dias.

Além disso, ficou suspensa a iluminação das cerimónias da Paixão de Cristo, no âmbito das comemorações da Semana Santa, entre 02 e 05 de abril.

Os números do Coronavírus

Espanha é o segundo país europeu, depois de Itália, mas afetado pelo novo coronavírus, com um número de registo de infeções superior a dois mil, que provocaram 11 mortes.

A Organização Mundial de Saúde declarou hoje a doença Covid-19 como pandemia.

A pandemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.300 mortos em 28 países e territórios.

O número de infetados ultrapassou as 120 mil pessoas, com casos registados em 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 59 casos confirmados. Face ao avanço da pandemia, vários países têm adotado medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena inicialmente decretado pela China na zona do surto. A Itália é o caso mais grave depois da China, com mais de 10.000 infetados e pelo menos 631 mortos, o que levou o Governo a decretar a quarentena em todo o país.

Veja também: