Coronavírus

Número de casos confirmados de Covid-19 dispara

Número de casos confirmados de Covid-19 dispara

Os testes para despiste do novo coronavírus vão ser alargados. 

Especial Coronavírus

Os números divulgados esta manhã davam conta de 59 infetados, dos quais 12 crianças e dois idosos. Há 471 casos suspeitos de infecção e 83 pessoas aguardam o resultado da análise. Três mil e sessenta e seis pessoas estão em vigilância, um número que disparou nas últimas horas.

O Norte do país continua a ser a região com mais casos. Lousada e Felgueiras são os concelhos mais atingidos, com 19 pessoas infectadas.

Os testes para despiste do novo coronavírus vão ser alargados. A partir de hoje, todas as pessoas que manifestem doença respiratória vão ser testadas.


Quanto a medidas de contenção. O governo decide hoje se encerra todas as escolas públicas, para evitar ou pelo menos atrasar a propagação do vírus.
A lista de universidades a suspender aulas e eventos é cada vez maior. Também as câmaras estão a restringir ao máximo as actividades em todo o país. Em Lisboa e Porto, encerram teatros e museus e estão cancelados eventos públicos até 3 de abril.

No Desporto, os jogos de futebol, da primeira e segunda liga vão decorrer sem público.

A Associação de Patinagem de Lisboa a suspensão todas as competições que movimentam milhares de praticantes.

A linha SNS 24 tem deixado chamadas por atender devido à intensa procura. A ministra da Saúde anunciou está manhã que vai ser reforçada com mais 81 enfermeiros ainda esta semana.

Nas últimas horas, mais de mil médicos responderam "sim" ao apelo do bastonário para voltar ao Serviço Nacional de Saúde e ajudar no combate ao coronavírus.

À medida que os casos aumentam, a inacreditável notícia de que há equipamento de proteção individual, incluindo máscaras, a desaparecer dos armários dos hospitais.


Itália continua a ser o país mais atingido da Europa: 631 mortos e 10 mil infectados. Ontem foi o dia mais dramático com quase 170 mortes.

Veja também: