Coronavírus

Universidade do Algarve suspende atividades presenciais até 27 de março

Lucas Jackson

Para evitar a propagação do surto do novo coronavírus.

Especial Coronavírus

A Universidade do Algarve (UAlg) anunciou a suspensão de todas as atividades letivas presenciais com efeitos a partir desta quinta-feira e até ao dia 27 de março, para evitar a propagação do surto de Covid-19.

Em comunicado enviado à comunicação social na quarta-feira à noite, a instituição refere que, face ao agravar da evolução da pandemia, e "para acautelar a saúde e segurança da comunidade académica, mostra-se necessário tomar medidas excecionais e adicionais ao Plano de Contingência da UAlg para a Covid-19".

No documento, assinado pelo reitor da academia algarvia, Paulo Águas, é anunciado que as unidades orgânicas irão implementar, com caráter de urgência, "meios de ensino a distância, sempre que possível".

Estão também suspensos todos os eventos, atividades desportivas e culturais nas instalações da UAlg, todas as deslocações em serviço -- mesmo as previamente autorizadas - e as reuniões de júris de concursos na forma presencial, até nova decisão.

A universidade assegura a "continuação do funcionamento das residências e cantinas", para garantir "o estrito apoio aos estudantes da UAlg, sempre que estes não possam regressar às suas residências".

Até à presente data, na UAlg, "desconhecem-se quaisquer casos confirmados ou suspeitos" da doença Covid-19.

O reitor assegura que a Universidade do Algarve tem seguido as recomendações das autoridades de saúde e que estas medidas "poderão ser ajustadas ou complementadas por outras, conforme as circunstâncias exigirem", apelando a todos os membros da comunidade académica para que, "com serenidade e sem alarmismo, sigam estas recomendações".

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou hoje a doença Covid-19 como pandemia.

A OMS justifica a declaração de pandemia com "níveis alarmantes de propagação e inação".

A pandemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.500 mortos em todo o mundo.

O número de infetados ultrapassou as 124 mil pessoas, com casos registados em 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 59 casos confirmados.

Veja também:

  • Portugal com 435 mortos e 233 recuperados de Covid-19

    Coronavírus

    Portugal regista hoje 435 mortos associados à Covid-19, mais 26 do que na quinta-feira. Espanha anunciou o número diário de mortes mais baixo desde 24 de março. Ministros das Finanças europeus chegaram a uma acordo inédito para fazer face à crise. Siga aqui as últimas notícias sobre a pandemia da Covid-19.

    Direto

    SIC Notícias