Coronavírus

EasyJet permite alteração de voos sem pagar taxa

Benoit Tessier

Passageiros podem alterar data e destino da viagem.

Especial Coronavírus

Os clientes da easyJet podem, a partir de hoje, alterar online a data ou destino de viagem sem pagar qualquer taxa, foi anunciado pela companhia aérea, no âmbito de medidas excecionais relacionadas com o Covid-19.


"Dada a situação sem precedentes que estamos a enfrentar em resultado do Covid-19, compreendemos que esta situação possa gerar incertezas e, por isso, se tiveres planos de viagem existentes que agora preferes modificar, podes agora alterar a data da tua viagem ou destino online, uma vez que prescindimos da taxa para todas as reservas existentes e futuras", diz a easyJet aos seus passageiros, numa informação publicada na internet.


Segundo o mesmo documento, a companhia de baixo custo vai continuar a operar um horário de voo que garanta aos clientes que ainda pretendam viajar que possam continuar a fazê-lo, desde que as restrições de viagem o permitam e estejam em sintonia com as orientações das autoridades de saúde.

Para os clientes que prefiram alterar ou adiar os seus planos de viagem a partir de hoje, podem mudar para um horário de voo ou destino alternativo sem pagar qualquer taxa de alteração, refere.

Mas se houver uma diferença na tarifa, os passageiros terão de pagar essa diferença.

A easyJet assume ainda que, nos casos em que tenha de cancelar voos, os clientes poderão transferir a sua viagem para um voo alternativo gratuitamente ou ser reembolsados.

"E nos casos em que todos os voos tenham de ser cancelados devido às orientações da autoridade local (na Itália, por exemplo), iremos operar voos de resgate para garantir que os passageiros possam regressar a casa", garante a companhia.


A empresa recomenda aos seus clientes que façam as suas alterações ou reservas pela internet e, como incentivo, faz um desconto de 5,66 euros a quem seguir essa opção.

Para esclarecer os passageiros preocupados com a exposição ao Covid-19, a companhia aérea refere, na mesma informação, um conjunto de medidas preventivas relativas à higiene nos aviões.

Assim, o ar na cabina é filtrado e renovado constantemente com uma frequência de poucos minutos, são mantidos "os mais elevados padrões de limpeza", cumprindo as diretrizes estabelecidas pela AESA e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e é disponibilizado a bordo sabão e desinfetante para as mãos, que pode ser utilizado por todos os clientes e tripulação.

SIGA AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE O SURTO DE COVID-19

Veja também: