Coronavírus

Estúdios Universal vão estrear filmes simultaneamente em salas e na TV

John Raoux

Com os cinemas fechados em vários países, por causa da propagação da Covid-19, a indústria de cinema viu-se forçada a mudar completamente a sua agenda.

Especial Coronavírus

Os estúdios da Universal decidiram, a partir de agora, estrear as novas produções em salas e na televisão ao mesmo tempo, na sequência da propagação do novo coronavírus (Covid-19).

Numa altura em que já foram canceladas estreias em sala de filmes como o mais recente James Bond, o estúdio de Hollywood anunciou que vai abandonar a prática habitual de deixar passar 90 dias entre a chegada do filme aos cinemas e a sua exibição na televisão, seja através de compra ou de aluguer pelas plataformas de internet.

Nessa situação estarão os filmes que vão estrear a partir de agora, mas também os que estão atualmente nos cinemas, como "O Homem Invisível", "A Caça" e "Emma".

A decisão decorre de uma mudança de critérios radical para os estúdios de produção, que, até aqui, estavam focados em atrair os espetadores aos cinemas, antes de disponibilizar os filmes para consumo na televisão.

Com os cinemas fechados em vários países, por causa da propagação da Covid-19, a indústria de cinema viu-se forçada a mudar completamente a sua agenda.

Só neste fim de semana, registou-se uma queda de 60 por cento nas receitas de bilheteira.

O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 já infetou cerca de 170 mil pessoas em todo o mundo, das quais 6.850 morreram. Mais de 75 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 140 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, que regista a maioria dos casos, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, com quase 60 mil infetados e pelo menos 2.684 mortos.

Itália, Espanha e França são os países mais afetados na Europa. Em Portugal, onde se registou hoje a primeira morte por Covid-19, há 331 pessoas infetadas, 18 das quais nos cuidados intensivos.

Veja também: