Coronavírus

Rio de Janeiro entra em estado de emergência devido ao novo coronavírus

Ricardo Moraes

Principais locais turísticos fechados a partir de terça-feira.

Especial Coronavírus

O estado brasileiro do Rio de Janeiro entrou em estado de emergência devido ao novo coronavírus e fechará ao público, a partir de terça-feira, os seus principais locais turísticos, como o Corcovado e o Pão de Açúcar.

As medidas foram hoje anunciadas pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

O decreto que oficializa a medida, cuja publicação estava agendada para esta segunda-feira, também determinará que bares e restaurantes reduzam a movimentação de clientes em 30% e que nos centros comerciais apenas permaneçam abertas as praças de restauração.

O governador estadual reiterou, em conferência de imprensa, a importância de seguir as recomendações das autoridades, num apelo aos jovens e àqueles que "não entenderam que estão a tentar evitar mais mortes como as que estão a ocorrer em Itália, Espanha e Coreia do Sul".

Em relação às medidas adotadas nos restaurantes, o governador aconselhou os habitantes do Rio de Janeiro a optarem por entregas ao domicílio ou a comprarem comida e levá-la para casa, de forma a evitar aglomerações de pessoas.

Segundo Witzel, foi decretado o estado de emergência para justificar as medidas adotadas para fazer frente ao novo coronavírus e apoiar comerciantes e empresários.

Nesse sentido, Witzel anunciou que o governo estadual desembolsará 320 milhões de reais (57 milhões de euros) para apoiar financeiramente os pequenos empresários afetados pelo impacto causado pela Covid-19.

O governador frisou várias vezes um pedido de cuidado especial para com os idosos e pessoas mais vulneráveis à contração do vírus.

As novas medidas que serão adotadas a partir de terça-feira no Rio de Janeiro juntam-se àquelas que já tinham sido anunciadas na semana passada, como a suspensão das aulas nas escolas públicas, além de espetáculos e qualquer tipo de evento desportivo em todos os municípios da região.

Os números do coronavírus no Brasil

O número de casos confirmados no Brasil do novo coronavírus aumentou para 234, sendo que o Ministério da Saúde monitoriza 2.064 casos suspeitos, informou hoje o Governo brasileiro.

São Paulo é responsável por mais da metade dos casos, registando, de momento, 152 infetados.

Seguem-se os estados do Rio de Janeiro, com 31 casos confirmados e o Distrito Federal com 14.

Rio de Janeiro e São Paulo são os estados que já registam casos de transmissão comunitária, que é quando há uma maior difusão do vírus, e as autoridades de saúde já não conseguem identificar a trajetória de infeção.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou cerca de 170 mil pessoas, das quais 6.850 morreram.Das pessoas infetadas em todo o mundo, mais de 75 mil recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 140 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

SIGA AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE O SURTO DE COVID-19

Veja também:

  • Uma Casa Cheia
    13:06