Coronavírus

Mensalidades dos lares poderão aumentar para suportar custos da covid-19

Jean-Francois Badias

DGS anunciou que está a alterar as normas para os lares. Essas alterações podem significar mais custos para as instituições.

Especial Coronavírus

A Direção-Geral da Saúde anunciou que está a alterar as normas para os lares, numa altura em que há 23 surtos ativos em instituições para idosos com quase 900 infetados, entre utentes e funcionários.

A Associação da União das Misericórdias Portuguesas admite a necessidade de ter de aumentar o preço das mensalidades para suportar os custos da pandemia.

Em resposta a críticas que têm surgido, Graça Freitas disse acreditar que as visitas multidisciplinares aos lares, que integram técnicos da Segurança Social e da Saúde Pública, "estão a resultar".

A situação nos lares levou o próprio Presidente da Assembleia da República Ferro Rodrigues a questionar a atuação das autoridades de saúde nas instituições de apoio a idosos, mas o Governo diz que a situação já esteve pior.

Entretanto, a ministra da Saúde e a ministra da Segurança Social foram chamadas ao Parlamento para explicar a evolução dos surtos nas instituições.

Identificados surtos de Covid-19 em 23 lares

O numero de casos de infeção por Covid-19 nos lares é a que tem causado mais preocupação às autoridades de saúde, com os registos a aumentarem nos últimos dias.

As instituições voltaram a implementar medidas de forma a conter a propagação do vírus.

Nos próximos dias, 400 profissionais de saúde, distribuídos por todos os distritos do país, vão reforçar as equipas nas instituições de idosos.