Coronavírus

Covid-19 em Portugal. Tendência é "preocupante", mas risco é "moderado"

A avaliação é do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças.

Especial Coronavírus

O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças criou três grupos: num estão os países da união europeia com "tendência estável e risco reduzido" de casos de covid-19, noutro os que têm uma "tendência preocupante, mas um risco moderado" e num terceiro estão os países que apresentam "uma tendência preocupante e um risco elevado".

Portugal está no segundo grupo que é o dos países onde as taxas de infeção são altas e crescentes devido ao elevado número de testes realizados, mas a proporção de casos graves é baixa e os óbitos por covid-19 também.

Neste grupo estão também Áustria, Dinamarca, Estónia, França, Irlanda, Luxemburgo, Holanda, Noruega, Eslováquia, Eslovénia e o Reino Unido.

De acordo com o Centro Europeu, os Estados que apresentam neste momento um risco mais elevado são a Bulgária, Croácia, República Checa, Hungria, Malta, Roménia e Espanha.

Portugal em situação de contingência até 14 de outubro

Portugal vai-se manter em situação de contingência até ao dia 14 de outubro, face a um quadro de aumento de casos de covid-19 nas últimas cinco semanas.

A decisão do Governo foi anunciada pela ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, adiantando que a situação de contingência em Portugal continental será reavaliada pelo executivo dentro de duas semanas, então já com uma análise mais aprofundada sobre o impacto das primeiras semanas de aulas nas escolas.

Na sequência da evolução da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal, em Conselho de Ministros realizado no passado dia 10, o Governo decidiu declarar a situação de contingência em todos o território nacional continental.

Essa resolução a declarar a situação de contingência, com a fixação de regras de proteção individual e coletiva dos cidadãos, entrou em vigor às 00:00 do dia 15 de setembro e prolonga-se às 23:50 de 30 deste mês.

Assim, continuam em vigor as medidas criadas pelo Governo para tentar controlar a pandemia de covid-19 e que entraram em vigor a 15 de setembro.

Entre elas, a limitação dos ajuntamentos a dez pessoas, metade do que era permitido antes, exceto no caso das famílias em coabitação.

Os estabelecimentos comerciais não poderão abrir antes das 10h00, exceto pastelarias, cafés, cabeleireiros e ginásios.

No caso dos centros comerciais, continuam proibidas as refeições com mais de quatro pessoas e nos transportes públicos a lotação mantém-se limitada a dois terços.

Portugal regista mais 3 mortes e 691 casos de covid-19

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta quinta-feira a existência de um total de 1.931 mortes e 71.156 casos de covid-19 em Portugal desde o início da pandemia.

O número de mortes subiu de 1.928 para 1.931 , mais 3 do que na quarta-feira. O número de infetados aumentou de 70.465 para 71.156, mais 691.

Nas últimas 24 horas registaram-se mais 17 internamentos, aumentando para 588 o número de pessoas com covid-19 internadas nos hospitais, enquanto foi registado um aumento de 8 utentes nos cuidados intensivos, num total de 85.

De ontem para hoje recuperaram 386 doentes, pelo que 46.676 pessoas já superaram a infeção desde o início da pandemia em Portugal.