Coronavírus

Costa sobre o Natal: "Quanto mais pessoas estiveram à mesa, mais perigoso é"

Em entrevista à Rádio Observador, o primeiro-ministro diz que é inevitável que este ano o Natal seja  diferente, mas ainda assim com menos restrições do que a passagem de ano.

Saiba mais...

O primeiro-ministro assegura que, este ano, os portugueses vão viver um Natal diferente e não haverá festas de passagem de ano.

António Costa pede tranquilidade e garante que não há quaisquer atrasos no plano de vacinação.

VEJA TAMBÉM: