Coronavírus

Covid-19. Reino Unido anuncia novo nível máximo de risco e aumenta restrições para o Natal

Toby Melville

O aparecimento de uma nova variante do vírus está a preocupar as autoridades.

Saiba mais...

Boris Johnson anunciou, este sábado, um novo nível de restrições para prevenir a propagação da covid-19. As novas medidas serão aplicadas já este domingo de manhã. O nível quatro passa a ser o mais elevado e deverá aplicar-se a Londres e às regiões sudeste e este de Inglaterra.

A presença de um nova variante do vírus na região sul do país levou o Governo a alterar as medidas que estavam previstas para a época do Natal. Esta variante é 77% mais rápida do que a anterior. O Reino Unido registou nas últimas 24 horas 27.052 novos casos.

“Vamos implementar novas restrições nas zonas mais afetadas, especificamente em zonas de Londres, do sudeste e do leste de Inglaterra, que estão atualmente no nível três. Essas zonas entrarão num novo nível, o nível quatro, que, no geral é equivalente às restrições a nível nacional que foram implementadas em Inglaterra, em novembro”, anunciou o primeiro-ministro britânico.

O que vai mudar já este fim de semana?

Com as novas medidas, as regiões de nível quatro regressam a um confinamento obrigatório, como aconteceu durante o mês de novembro, e as viagens para o estrangeiro passam a ser proibidas, exceto por razões profissionais.

“Regressa a ordem para ficar em casa, juntamente com o encerramento do comércio não essencial e dos ginásios. Há também o apelo para que, quem pode, trabalhe de casa e não se deve entrar nem sair destas regiões do nível quatro”, explica Emanuel Nunes, correspondente da SIC em Londres.

Quanto ao Natal, a bolha de restrições altamente criticada vai também sofrer alterações. Até agora, era permitido que até três agregados familiares – pessoas que, sendo da mesma família, vivam juntas – durante cinco dias. No entanto, o encontro familiar passou a ser limitado ao dia de Natal. Em Londres e nas regiões que vão passar ao nível quatro, essa reunião fica proibida.

  • 6:56