Coronavírus

Covid-19. Portugal tem 25 concelhos em risco extremo

Dado Ruvic

Confira em que nível de risco está o seu concelho.

Especial Coronavírus

25 concelhos registaram uma taxa de incidência de casos acumulados de infeção pelo coronavírus superior a 960 por 100 mil habitantes, entre 14 e 27 de dezembro, menos um em relação aos dados anteriores.

Estes 25 concelhos estão em risco extremo devido ao elevado número de casos de infeção.

Entre os concelhos mais fustigados pelo número de infeções pelo novo coronavírus está Mourão, com 3.388 casos por 100 mil habitantes, seguido de Mora com 2.683/100 mil habitantes, Vidigueira com 1.942/100 mil habitantes e Nisa com 1.815.

O Governo definiu que os concelhos com menos de 240 casos por 100 mil habitantes têm risco "moderado", os concelhos com mais de 240 e até 480 casos por 100 mil habitantes têm risco "elevado", os concelhos com mais de 480 novos casos e até 960 casos encontram-se em risco "muito elevado" e os concelhos com mais de 960 casos por 100 mil habitantes têm risco "extremamente elevado".

Nas listas abaixo confira a taxa de incidência em cada concelho português:

No boletim de 28 de dezembro (o último com estes dados revelados semanalmente), Mourão já se destacava por uma elevada taxa de incidência de casos, tendo agora registado uma subida ao passar de 2.286 casos acumulados para 3.388.

Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa "corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada".

Concelhos sem casos

Com zero casos de infeção estão nove concelhos: Alcoutim, Lajes das Flores, Lages do Pico, Santa Cruz das Flores, Barrancos, Arronches, Nordeste, S. Roque do Pico e Corvo.

Já 29 concelhos registaram menos de 119 ocorrências por 100 mil habitantes. No boletim de 28 de dezembro eram 41 concelhos com estes valores.

Situação de Tavira

Em Tavira, o múmero de infetados disparou devido a três surtos - num lar, num ginásio e num casamento -, que colocaram o concelho no nível de risco extremamente elevado.

O caso obrigou a medidas extremas, incluindo aulas em casa para os alunos do 5.º ao 12.º ano.

O concelho tem mais de 260 casos ativos.

Os números da infeção de covid-19 estão a subir em todo o Algarve, mas tavira deverá ser o único concelho a passar para a lista de risco extremamente elevado. Por agora, o Centro Hospitalar Universitário do Algarve continua a ter margem de resposta, mas as autoridades começam a ficar apreensivas.

Aumento de casos no Hospital de São João

Os efeitos do Natal e do ano novo já estão a sentir-se nos hospitais.

No Hospital de São João, no Porto, aumentou o número de infetados com covid-19. A urgência do hospital voltou a receber, em média, 100 suspeitas de covid-19 por dia, com uma percentagem de 25 a 30% de casos positivos.

As autoridades de saúde estão preocupadas com o aumento de casos. O coordenador da urgência diz que é essencial redobrar os cuidados.

Começa esta semana a vacinação contra a covid-19 de mais 1.500 profissionais do Hospital de São João. Na última semana foram vacinados 2.500 profissionais de saúde.