Coronavírus

Covid-19. Profissionais do Baixo Vouga revoltados devido às dificuldades

Hospital de Aveiro está perto de atingir o limite.

Saiba mais...

O aumento dos contágios está a obrigar o Centro Hospitalar do Baixo Vouga a trabalhar no limite. Os dias têm sido caóticos no serviço de urgência e entre os profissionais existe um sentimento de desânimo e revolta.

O Centro Hospitalar do Baixo Vouga está a aguentar com muita dificuldade o impacto da subida dos contágios. A pressão sente-se em todos os serviços, sobretudo nas urgências e nas áreas covid. A administração não esconde que há um sentimento de revolta entre os profissionais.

A gestão do pessoal é feita em permanente sufoco. Há profissionais infetados ou em isolamento profilático e um surto na unidade de Salreu em Estarreja.

Para alocar mais recursos, o Centro Hospitalar prepara-se para fechar o serviço de cirurgia em Águeda.

O tempo frio agravou a situação nas urgências do Hospital de Aveiro, que nesta semana em apenas dois dias atendeu mais de mil utentes.