Coronavírus

Covid-19. Novo surto em lar de Moura com 31 infetados

Entre os infetados estão 20 utentes do lar.

Especial Coronavírus

Um novo surto do novo coronavírus SARS-CoV-2 foi detetado num lar do concelho de Moura, no distrito de Beja, com 20 utentes e 11 funcionários infetados, divulgou este domingo a Proteção Civil Municipal.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o Serviço Municipal de Proteção Civil de Moura indicou que o surto do vírus da covid-19 foi detetado no lar do Centro Social de Amareleja, na sequência de testes feitos na sexta-feira.

Desses testes, precisou, "resultaram 31 casos positivos", nomeadamente 20 utentes e 11 funcionários.

Há ainda "22 testes inconclusivos" na instituição, pelo que as pessoas que tiveram este resultado serão alvo de nova colheita de material biológico, adiantou, sem indicar uma data concreta para a realização da nova testagem.

No comunicado, a Câmara de Moura realçou que, através do Serviço Municipal de Proteção Civil e em articulação com a Autoridade de Saúde Pública e outras autoridades, já procedeu à ativação de medidas que visam conter a propagação do coronavírus.

Segundo o município, uma das medidas já tomadas é a "testagem massiva" em Moura e Amareleja, a qual é "inteiramente assumida" pela autarquia.

Num outro comunicado, o Serviço Municipal de Proteção Civil de Moura informou que, na reunião semanal com as instituições particulares de solidariedade social (IPSS), foi decidido manter a suspensão das visitas aos utentes destas instituições, pelo período de uma semana.

"Esta medida preventiva resulta da análise à evolução do número de casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 na região Alentejo e em especial no concelho de Moura" e pretende "salvaguardar a saúde da população mais vulnerável", acrescentou.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.926.570 mortos resultantes de mais de 89 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 7.803 pessoas dos 483.689 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

O estado de emergência decretado em 9 de novembro para combater a pandemia foi renovado com efeitos desde as 00:00 de 8 de janeiro, até dia 15.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.