Coronavírus

Número de vacinas dadas ultrapassou número de infeções em Portugal

Mas a vacinação dos grupos de risco ainda não está completa.

Saiba mais...

O número de vacinas dadas ultrapassou hoje o número de casos confirmados de covid-19 em Portugal, desde o início da pandemia. No entanto, a vacinação dos grupos de risco ainda não está completa.

Já chegou a Portugal perto de um milhão de vacinas. É menos do que se estava à espera e com uma agravante: uma delas não está a ser administrada a maiores de 65. O que compromote um dos objetivos do Governo.

"Não conseguiremos alcançar até ao final de março o objetivo de vacinação suficiente do número de pessoas dos grupos de risco entre 65 e os 79 anos com comorbilidades associadas. Significa isto que ainda estamos relativamente longe do momento em que podemos considerar os grupos de maior risco devidamente protegidos por via da vacinação".

Quase cumpridas, parecem estar outras duas metas, segundo o primeiro-ministro.

"Podemos confirmar o objetivo de até ao final de março termos 80% das pessoas com 80 anos totalmente vacinadas. Podemos assegurar o cumprimento da meta de termos a vacinação integral de todos os maiores de 50 anos mas com menos de 65 anos e que tenham comorbilidades associadas"


A vacinação já chegou a esmagadora maioria dos lares de idosos. Falta vacinar nas unidades onde houve surtos de covid recentemente.

No conjunto de 3500 haverá entre 400 e 500 lares em que ainda não houve vacinação. 60% estão localizados em Lisboa e Vale do Tejo.

Este sábado o número de doses de vacina administradas ultrapassou, pela primeira vez, o número total de casos de covid em Portugal desde o início da pandemia.

Mas é preciso mais para cumprir o objetivo de vacinar 70% dos adultos até ao final do verão. O governo promete acelerar a vacinação já em março.

Esperam-se mais entregas e a aprovação de uma quarta vacina: a da Janssen, do grupo J&J deverá ver luz verde a 11 de março. A partir daí, e até junho, Portugal há de receber 1 milhão e 250 mil doses desta vacina. Parte dos 4,5 milhões que, ao todo, hão-de chegar em 2021. Com uma vantagem: a vacina da Janssen será administrada numa única dose.

VEJA TAMBÉM:

As últimas notícias em https://sicnoticias.pt/ultimas

  • 2:33