Coronavírus

Relatório critica gestão da pandemia em Portugal

Marta Temido sublinhou as lições que se devem retirar da pandemia para o futuro.

Saiba mais...

O Observatório Português dos Sistemas de Saúde diz que houve voluntarismo excessivo e falta de planeamento na gestão da pandemia em Portugal.

No Relatório da Primavera, divulgado esta quarta-feira, o OPSS faz uma análise preliminar à gestão da pandemia e aponta ainda a necessidade de investir nos serviços de saúde pública, de recuperar a resposta do Serviço Nacional de Saúde aos doentes não-covid, tornando-o mais capaz de "responder aos extraordinários desafios do envelhecimento".

Como pontos positivos da experiência portuguesa, os autores do relatório apontam o "alinhamento da comunidade política" (Presidente da República, parlamento e Governo) e a "liderança, empenhamento e constante atenção" quer da parte da magistratura de influência do Presidente da República quer da condução do Governo.

A resposta do SNS à doença aguda e "a adesão de uma parte substancial da população portuguesa" aos comportamentos de proteção necessários, nomeadamente o distanciamento físico, utilização de máscaras e adesão à vacinação, são outros dos aspetos que merecem nota positiva.

Na apresentação do documento, esta manhã, Marta Temido, sublinhou as lições que se devem retirar da pandemia para o futuro.