Coronavírus

Covid-19. Portugal isenta crianças britânicas de quarentena se viajarem com os pais vacinados

Canva

Se a criança tiver mais de 12 anos tem de apresentar um teste negativo à covid-19.

Saiba mais...

Os viajantes menores de idade que chegam a Portugal oriundos do Reino Unido podem ficar dispensados da quarentena caso os pais tenham sido completamente vacinados contra a covid-19. No entanto, os jovens com mais de 12 anos têm de apresentar um teste negativo.

Este domingo, Portugal anunciou que o Reino Unido passava a integrar a lista de países cujos cidadãos são sujeitos a uma quarentena de 14 dias. Segundo as normas portuguesas, estão dispensados de quarentena os viajantes que apresentem “comprovativo de vacinação realizada nesse país, e que ateste o esquema vacinal completo do respetivo titular, há pelo menos 14 dia, com uma vacina contra a covid-19 com autorização de introdução no mercado”, pode ler-se no despacho.

A medida causou confusão entre os britânicos, avança a BBC. Qual a regra para as crianças que viajam com os pais já vacinados? Uma vez que as vacinas ainda não estão a ser administrada a jovens com menos de 18 anos, a dúvida era se os menores de idade eram obrigados a fazer quarentena ou não.

As autoridades portuguesas esclarecem que os jovens cujos progenitores já foram imunizados não necessitam de realizar quarentena à chegada a Portugal. No entanto, é necessário apresentar um teste negativo à covid-19 se a criança tiver mais de 12 anos. São aceites testes PCR realizados até 72 horas antes da viagem ou testes rápidos que tenham sido feitos no máximo 48 horas antes da partida.

O Reino Unido colocou Portugal na lista amarela, impondo a realização de uma quarentena de 10 dias obrigatória à chegada ao país. Fora dessa lista fica a Madeira, que continua a figurar na lista verde.

Veja mais: