Coronavírus

Fim das restrições em Inglaterra. Especialistas alertam para possível aumento de casos na Europa

Cientistas consideram decisão prematura e perigosa.

Saiba mais...

Vários cientistas e especialistas em Saúde Pública defendem o que desconfinamento do Reino Unido pode fazer com que haja um aumento de casos na Europa.

Mais de 1.200 cientistas apoiam uma carta publicada na revista médica "The Lancet", que aponta o dedo à decisão do Governo britânico de levantar as restrições contra a covid-19.

Consideram a escolha perigosa e prematura. Para os especialistas, a vacinação completa de quase 70% da população adulta não é suficiente para garantir a imunidade no país.

Numa altura em que a 3.ª vaga da doença já se faz sentir, o vírus vai atingir sobretudo as crianças e jovens que ainda não foram vacinados.

A pressão sobre os cuidados de saúde pode aumentar e abre-se espaço para novas variantes que podem ser resistentes às vacinas.

Com as viagens internacionais facilitadas e sem necessidade de quarentena no regresso de países na lista amarela aumenta a preocupação na Europa.

Para os especialistas internacionais falta lógica e ética à estratégia do Governo de Boris Johnson. Para o investigador português é importante, a partir de agora, aprender com o caso de Inglaterra.

Apesar de a percentagem de vacinados no país ser alta, nos últimos dias, o número de mortes por covid-19 aproximou-se dos valores registados em março deste ano.

Veja também: