Coronavírus

Covid-19. Ex-conselheiro acusa Boris Johnson de ter hesitado em proteger os idosos 

Diz que o primeiro-ministro britânico admitiu não apertar restrições, no outono, porque a maioria das vítimas tinha mais de 80 anos. 

Saiba mais...

Inglaterra vai exigir certificado de vacinação contra a covid-19 para entrar em discotecas, a partir de setembro.

O anúncio foi feito na segunda-feira pelo primeiro-ministro, horas depois dos estabelecimentos de diversão noturna terem reaberto.

Isto acontece numa altura em que o ex-conselheiro-chefe de gabinete de Boris Johnson acusa o primeiro-ministro de ter hesitado em proteger os idosos durante a pandemia.

Diz que o chefe de Governo admitiu, no outono, não apertar restrições porque a maioria das vítimas tinha mais de 80 anos.

Este é mais um episódio na longa novela de acusações do ex-braço direito de Boris Johnson.

Dia de liberdade ou dia de apreensão em Inglaterra?