Eleições no Brasil

Duas décadas após a primeira eleição, Lula da Silva está de regresso ao Palácio do Planalto

Duas décadas após a primeira eleição, Lula da Silva está de regresso ao Palácio do Planalto
VICTOR R. CAIVANO

O candidato do Partido dos Trabalhadores venceu as eleições deste domingo, derrotando Jair Bolsonaro por uma curta margem. Uma vitória sofrida de quem acredita que “na vida, nada acontece por acaso”.

O antigo sindicalista Luiz Inácio Lula da Silva está de regresso à presidência do Brasil, 20 anos depois da primeira eleição. O candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) obteve 50,90% dos votos, enquanto Jair Bolsonaro somou 49,10%.

Loading...

Depois de uma luta renhida e confirmada a vitória de Lula, a multidão encheu a Avenida Paulista, em São Paulo, para celebrar a vitória do líder progressista. Os apoiantes do candidato do PT reivindicaram a bandeira brasileira como símbolo nacional e não apenas da direita e do candidato derrotado, Jair Bolsonaro.

Esta foi a sexta vez que Lula concorreu ao cargo de Presidente da República. A primeira candidatura foi em 1989, depois em 1994 e 1998, mas a primeira vitória aconteceu 2002.

Há 20 anos a eleição aconteceu na segunda volta, tal como em 2006, quando foi reeleito. Aos 77 anos, o ex-sindicalista vence agora a votação mais polarizada de sempre no país.

Jair Bolsonaro sai derrotado e fica em silêncio. Os apoiantes do candidato do Partido Liberal choram e teimam em não aceitar os resultados. Pela primeira vez na História do Brasil, um Presidente falha a reeleição.

Lula da Silva regressa ao Palácio do Planalto, onde já cumpriu dois mandatos entre 2003 e 2011, com Geraldo Alckmin como vice-presidente, que nas eleições de 2006 foi seu opositor.

"Tentaram enterrar-me vivo e eu estou aqui"

"Há quatro anos atrás, eu era tido como um ser humano jogado fora da política", afirmou Lula no discurso da primeira volta, a 2 de outubro, afirmando acreditar que “na vida, nada acontece por acaso”. O certo é que a segunda volta acabou por lhe dar a vitória eleitoral, tornando realidade o seu regresso em pleno à vida política.

Este domingo, na sua primeira declaração após ser anunciada a vitória, Lula da Silva disse que o povo brasileiro é "o grande vencedor" das eleições e declarou-se pronto para governar o país "numa situação muito difícil", após terem tentado enterrá-lo "vivo".

"Hoje chegamos ao final de uma das eleições mais importantes. Hoje temos um único e grande vencedor, o povo brasileiro", declarou Lula da Silva, na sede de candidatura, em São Paulo.

Nas primeiras palavras após a confirmação da sua eleição como Presidente da República do Brasil, Lula da Silva afirmou-se como "um cidadão que teve um processo de ressurreição na política brasileira".

"Tentaram enterrar-me vivo e eu estou aqui", disse, perante os apoiantes.

Últimas Notícias